PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Rockcongo: Orgulho nacional nos anos 90/2000

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Roberto Teixeira / Jornalista e editor do Capixabas no Rock Há duas semanas perdemos aquele que foi

A voz da liberdade brasileira é americana

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Polítikus Por José Salucci / Jornalista. Elon Mausk, dono da rede social X (antigo Twiter), trouxe um cânone

Lideranças comunitárias da Grande Laranjeiras

Lideranças das comunidades de São Diogo, de Camará e de Chácara Parreiral, no município de Serra, encerram reportagem sobre a série ‘Líderes comunitários da região da Grande Laranjeiras’.

Os representantes comunitários expuseram suas pautas sobre as principais políticas públicas que já realizaram frente á comunidade, falaram de novas propostas até o término de seus respectivos mandatos e opinaram sobre a importância que uma liderança comunitária desenvolve perante o pleito eleitoral de 2022; eleições que os brasileiros vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais.

Começando com o líder da Associação de Moradores de São Diogo, Juninho Barata, disse que pleiteará a causa da saúde e educação.

“O que já está em andamento em nossa comunidade é a construção de uma Unidade Básica de Saúde. Em contato com a prefeitura, eles falaram que precisam fazer o projeto arquitetônico, pra depois colocar em licitação. Nós demos duas opções à prefeitura: uma é a ampliação do posto, no lugar que ele já está, e a outra, é a construção de uma unidade em um novo espaço. Estamos aguardando quais dos dois projetos que a prefeitura vai nos atender”, explicou o líder comunitário e morador há 44 anos no bairro.

Sobre outras demandas já executadas no bairro, Juninho destacou a construção de um CEMEI, em sua gestão passada; o líder segue em eu segundo mandato. Também realizou uma manutenção na principal praça do bairro para fins de utilidade a toda comunidade.

Seguindo para a Associação de Moradores de Camará, representando a liderança do bairro, Rogério Valdeli, vice-presidente da associação, falou sobre o trabalho em conjunto ao presidente do bairro, Geraldo Sampaio, que não pode gravar entrevista. “Nossa pauta principal seria trazer pra comunidade um CEMEI e, também uma unidade de saúde”, afirmou.

Essa diretoria possui mandato até o final de 2024, e desde outubro do ano passado vem obtendo bom relacionamento com a gestão atual da prefeitura, como destaca Valdeli. “Tivemos ano passado em reunião com o prefeito levando algumas demandas da comunidade, e graças a Deus temos um bom contato com o prefeito. Nós fomos atendidos em nove, de uma lista de 10 demandas que fizemos. Nós já conseguimos academia popular pra comunidade; reforma na cobertura do nosso ginásio; a ampliação da escola, foram pelo menos mais 4 salas, entre outras demandas”, disse o vice-líder de Camará.

Finalizando a lista, a Associação de Moradores de Chácara Parreiral, a frente da pasta comunitária, Marlene Moro, com atuação desde outubro de 2019, destacou a regularização da associação e disse que não tem pretensão de renovar seu mandato, porém se prontificou a ajudar a próxima gestão. “Não tive muito sucesso devido a pandemia, mas com muita luta, consegui organizar a parte da administração  da associação, pois estava sem documento há 10 anos”, comentou.

Eleições 2022

Em relação ao pleito eleitoral de 2022, os líderes comunitários foram claros em suas declarações, exceto Marlene, que preferiu discurso sucinto.

“Sabemos que muitos fazem promessas o tempo todo e depois das eleições desaparecem. Então, acho que tá na hora da gente buscar sangue novo, pessoas que tenham compromisso com o nosso município. A gente procura orientar os nossos moradores a votarem consciente, quem tem as melhores propostas, gente que tem disposição para o trabalho e não apenas interesse particular; a Serra tá cheio disso”, opinou o líder comunitário de São Diogo, Juninho Barata.

Jé o representante comunitário, Rogério Valdeli, foi enfático na escolha que irá fazer em seu voto. “Eu vou continuar com nosso presidente da república. Nós entendemos que o PT mais afundou do que ajudou. Já trabalhei em obra que era do PT e eu sei o que aconteceu lá. Pra governador eu penso em um que venha trabalhar alinhado com o nosso prefeito Sérgio Vidigal. E pra deputado, nós já temos uma base aliada do nosso prefeito. Hoje eu sou filiado ao PDT e trabalho filiado ao partido”, esclareceu o vice-presidente de Camará.

Com discrição, a líder de Chácara Parreiral sintetizou. “Quanto ao poder público, sempre temos que dar apoio para termos bom relacionamento”, disse Marlene.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

Rockcongo: Orgulho nacional nos anos 90/2000

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Roberto Teixeira / Jornalista e editor do Capixabas no Rock Há duas semanas perdemos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Rockcongo: Orgulho nacional nos anos 90/2000

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Roberto Teixeira / Jornalista e editor do Capixabas no Rock Há duas semanas perdemos aquele que foi

A voz da liberdade brasileira é americana

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Polítikus Por José Salucci / Jornalista. Elon Mausk, dono da rede social X (antigo Twiter), trouxe um cânone

Shopping Basket