28.51°C Brasília

28 de fevereiro de 2024

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

O trabalho como princípio educativo na Pedagogia da Alternância

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Sueli Valiato – professora de Língua Portuguesa e Literatura. Caríssimo(a) leitor(a), no último artigo que publiquei, formulei vários questionamentos

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

A importância da leitura

Imagem: Divulgação. Professor Samuel J. Messias.

No mês do Dia Mundial da Leitura, este artigo comunica a importância dessa prática quando o assunto em pauta é educação. Afinal, mesmo com o surgimento de tantas novidades tecnológicas, os livros continuam sendo uma ferramenta essencial para o processo de aprendizagem e a formação de bons alunos.

No entanto, conforme apontam os resultados da última edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro (IPL), em 2019, o público brasileiro tem uma média de leitura inferior a cinco livros por ano e 30% dos entrevistados nunca comprou um livro.

Benefícios da leitura

Ainda de acordo com a pesquisa do IPL, o “gostar de ler” é algo mais característico do público infantil, o que reforça ainda mais a necessidade de estimular os momentos de leitura desde a infância.

Dessa forma, desenvolve-se um maior domínio da linguagem, a criatividade e o potencial de concentração, habilidades essenciais para um aprendizado de qualidade e para a formação de alunos mais engajados com os estudos.

Além disso, é importante destacar outros pontos positivos que o exercício da leitura proporciona para os estudantes de modo geral: Habilidades de interpretação de texto; Ampliação das capacidades cognitivas para compreensão de ideias; Enriquecimento do vocabulário; Desenvolvimento de uma visão crítica e capacidade de argumentação; Aquisição de novos conhecimentos e visões de mundo diferenciadas e Memorização de histórias.

Livro didático

Quando se fala sobre o exercício da leitura no ambiente escolar, os livros didáticos não podem ser esquecidos. No entanto, é importante frisar que este tópico não está restrito somente ao material usado na disciplina de Língua Portuguesa.

Embora essa disciplina seja protagonista no que diz respeito ao conhecimento da formação das palavras, significados, interpretação e construção de textos, as demais matérias também exigem a leitura de conceitos teóricos e uma boa compreensão dos enunciados, como já apontado no tópico anterior.

Como uma das principais ferramentas dos professores, o livro didático apresenta propostas para a transmissão dos conteúdos e para a realização de atividades que desenvolvam nos alunos as competências esperadas de acordo com cada período escolar.

Na prática em sala de aula, o ideal é que o professor consiga alinhar as orientações trazidas pelo livro didático ao seu planejamento pedagógico e às expectativas da escola. Isso é fundamental para transmitir os conteúdos de forma mais dinâmica, eficiente, interessante e de forma alinhada à identidade da instituição.

Tecnologias x Leitura

Retomando os resultados apresentados pela pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, é possível verificar uma mudança significativa no que diz respeito ao consumo de conteúdos por meios eletrônicos, principalmente pelos jovens, com destaque para a chamada geração Z, ou nativos digitais.

O estudo também aponta que, atualmente, dispositivos como os celulares ou tablets já estão entre as principais ferramentas usadas para a leitura de e-books e outros conteúdos online.

A escola, enquanto espaço de formação, não pode ficar indiferente a essa tendência, mas pode aproveitar para “surfar na onda” das novas tecnologias educacionais e apresentar novas propostas que chamem a atenção dos alunos.

Alguns bons exemplos são a utilização dos livros digitais como incentivo à leitura de forma mais dinâmica e interativa e a aplicação de atividades que explorem a gamificação, que estimulam o raciocínio lógico por meio da interpretação das propostas do jogo e resolução dos desafios apresentados.

O estímulo à leitura em família

De forma geral, é possível perceber que o hábito de ler contribui de uma maneira direta para o crescimento dos estudantes e pode ser um grande aliado do processo de aprendizagem. A prática da leitura traz inúmeros benefícios para a formação dos alunos, estendendo-se para diversos âmbitos da vida.

A escola, junto com os pais, deve estimular o gosto pelos livros e mostrar as infinitas possibilidades de conhecimento que eles podem trazer. A instituição de ensino é corresponsável pela educação e formação dos alunos e para isso, é fundamental manter um relacionamento próximo e aberto com os familiares dos discentes.

Logo, o estímulo à leitura é de responsabilidade de todos os atores da sociedade. Faz-se necessário uma grande integração entre as entidades representantes de classe, poder público, e sociedade civil em favor de uma grande mobilização voltada para o estímulo à leitura pensando numa transversalidade desde a pré-escola às universidades.

 

*O texto é de livre pensamento do colunista*


Samuel J. Messias – *Mestre em Educação ( Florida University- USA) – *MBA em Estratégia Empresarial – *Especialista em Políticas Públicas – *Especialista em PNL – *Especialista em Empreendedorismo Circular – *Gerente de Projetos Especiais na ADERES – *Prof. Convidado na Florida University – USA.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

O trabalho como princípio educativo na Pedagogia da Alternância

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Sueli Valiato – professora de Língua Portuguesa e Literatura. Caríssimo(a) leitor(a), no último artigo que publiquei, formulei vários questionamentos

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

Shopping Basket