28.51°C Brasília

25 de fevereiro de 2024

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

Exposição “Fotografia em Movimento” é inaugurada, hoje (30), em Itararé

A exposição do projeto "Fotografia em Movimento" tem inauguração, hoje 30, a partir das 17 horas, no Ponto de Cultura Varal Comunicação, em Itararé-Vitória. Entrada gratuita. (Imagem: Varal Comunicação).

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.


O Ponto de Cultura Varal Comunicação, em Itararé, Vitória, já virou tradição quando o assunto é atualizar, modernizar e oportunizar adolescentes, jovens e adultos das comunidades do Território do Bem na aquisição de diversos saberes, como cultura e empreendedorismo, a fim de promovê-los ao mercado de trabalho.

A Varal Comunicação inaugura em sua Laje a partir desta quinta-feira (30), às 17 horas, a exposição do projeto “Fotografia em Movimento”, que traz registros feitos por fotógrafos/as iniciantes e profissionais, apaixonados/as por fotografia, que passaram pelas Oficinas de “Fotografia Básica”, “Estudio”, “Eventos Culturais”, “Flash Criativo” e “Retrato”, oferecidas pelo projeto. O curso totalizou 115 horas de aulas.

A exposição ficará aberta ao público, sem previsão de término, de segunda-feira a sexta-feira, das 08h às 18h, na Laje da Varal Comunicação, que fica ao lado do Centro de Referência das Juventudes (CRJ).

“Já é uma tradição da Varal, nos finais de ciclo de formação das oficinas de fotografia, a gente trazer um resultado de produção feita pelos participantes das oficinas. Isso é um exercício muito legal que rola, porque é uma possibilidade de os estudantes serem motivados ao longo do processo, porque eles terão suas fotos publicadas, então eles ficam numa expectativa de produção. Também tem a possiblidade da gente retratar o Território do Bem, retratar os personagens, os lugares do Território. A gente quer mostrar o que há de bonito, de potência nas ruas, nos lugares e nas pessoas do Território do Bem”, disse a coordenadora Geral, do Ponto de Cultura Varal Agência de Comunicação, Geisiane Teixeira.

Com a proposta de ressignificar o conceito daquilo que é considerado o belo, as cinco oficinas, foram ministradas por três fotógrafos profissionais. Na ocasião, os participantes foram capacitados a dominarem conceitos e técnicas fotográficas, e que agora poderão realizar atividades fotográficas aleatórias e para o mercado de trabalho.

Nas aulas de Thais Gobbo, Claudio Postay e Rodrigo Gavini, os/as participantes puderam fazer diferentes experimentações durante o conteúdo prático das oficinas. Foram fotografados produtos de negócios locais, pessoas, artistas, moradores e a dinâmica rica e colorida das ruas das comunidades. Técnica e poesia tiveram de mãos dadas para mostrar como se move bonito o Território do Bem.

“Dou oficina de ‘Iniciação à Fotografia’, ‘Olhar Fotográfico’ e sobre ‘Retratos’, desde 2013. Essa, inclusive, foi a 40ª oficina de fotografia que ministrei na minha carreira. São algumas cidades do ES, totalizando mais de 450 participantes. Essa minha participação no ‘Fotografia em Movimento’ foi uma oficina específica pra Retratos, sendo a última oficina desse ciclo. A gente deu uma revisada nos conceitos básicos de fotografia, mas foi uma oficina muito prática. A ideia foi fazer exercícios já gerando conteúdo para a exposição. O objetivo dessa oficina, além de ter o conteúdo final, foi aprender um pouco mais sobre retratos, de desenvolver as personalidades deles enquanto fotógrafos”, disse Thais Gobbo, 28, moradora do Território do Bem, no Bairro da Penha.

Thais Gobbo, fotógrafa, modelo e comunicadora. / Foto: Junior Brunow. @thaisgobbofotografia

Com a responsabilidade de iniciar os participantes na linguagem da fotografia, Rodrigo Gavini falou sobre sua expectativa, o processo de produção e o futuro que o curso proporciona.

“No projeto Fotografia em Movimento eu ministrei duas oficinas: ‘Introdução à Fotografia e Linguagem Fotográfica’ e ‘Flash Criativo’. A primeira oficina foi para introduzir o aluno no universo da fotografia, conhecer os conceitos básicos de fotografia e descobrir toda a magia que envolve a fotografia. Já na segunda oficina, foi pra quem tinha o domínio de fotografia básica. Eu acho que essa exposição ela é legal porque é o final de todo um projeto que a gente fez no “Fotografia em Movimento”. Eu fico muito feliz quando eu vejo o resultado da exposição. Esses alunos (as) já podem entrar no mercado de trabalho com o conhecimento que adquiriram na oficina de fotografia básica, então também é uma fonte de renda, caso queiram trabalhar com fotografia”, disse.

Fotógrafo e jornalista, atualmente trabalha com fotojornalismo e fotografia corporativa e desenvolve trabalhos autorais de fotografia documental, com foco em cultura popular e direitos humanos. / Foto: Autoretrato. @rodrigogavini.fotografia

Outro professor que contribuiu para a formação dos alunos é o Claudio Postay, que desde 2013, realiza, como instrutor de oficinas de fotografia, na Varal Comunicação, um trabalho de base fotográfica. Para esta ocasião, o fotógrafo elogiou a atuação dos participantes durante o curso.

“Eu fiz duas oficinas: ‘Fotografia em Eventos Culturais’ e ‘Fotografia de Estúdio’. Eu me surpreendi com a qualidade dos alunos. Os alunos já tinham uma base de fotografia muito legal. Eles pegaram uma boa base com o Rodrigo Gavini. A galera teve muito interesse de aprender e super abertos a novas ideias… Alguns alunos já trabalham com fotografia e no meio cultural, que ligam eles à fotografia. Alunos ligados a banda de música, de teatro… Então os alunos saíram dali com uma qualificação muito legal, preparados para o mercado de trabalho. Eles me surpreenderam com a qualidade deles, com noção de criatividade, de enquadramento e luz. Pra mim, saíram prontos para o mercado de trabalho, para eventos culturais e muito mais”, disse com satisfação.

Fotógrafo com mais de 36 anos de profissão. O registro e conservação das imagens das manifestações culturais, do patrimônio histórico, e ambiental do fotógrafo Claudio Postay é responsável pelo reconhecimento do profissional, no Espírito Santo, como referência de produção e acervo de imagem ligadas ao fazer cultural. / Foto: Thais Gobbo. 

Com a curadoria de Sheila Nogueira, a exposição traz diferentes possibilidades de expressões e movimentos captados pelas lentes do/as participantes durante as formações. A ideia é mostrar sutilezas faciais, a dança, a pose que simula o passo. São muitos os movimentos!

Atualizados para o mercado de trabalho

Os participantes do Ciclo de Formação do curso “Fotografia em Movimento” ganham com essa exposição um portfólio para divulgação de seus trabalhos, abrindo o leque de engajamento no mercado de trabalho. É o caso do Renan Moreira, 21, morador de Nova carapina II – Serra.

“Foi uma experiência bem legal. Além da técnica, tivemos diversas vivências e olhares diferentes durante o curso, o que agregou bastante no nosso aprendizado. Eu já praticava fotografia antes e no curso aprendi muitas coisas bacanas que me ajudou a aplicar no meu trabalho. Nesse exato momento, tô fazendo um freelancer fotografando Papai Noel no shopping e em breve pretendo pegar mais trabalhos de outros nichos”, disse o participante.

Outra participante que soube aproveitar bem o tempo de estudos nas oficinas e aprimorar o saber fotográfico é Thamyres Valadares de Oliveira, 34, moradora de Vila Velha.

“Acredito que a maior técnica que aprendi foi com Gavini e Thais ,onde aprendi com Gavini a direcionar e configurar o flash para ensaios  e com Thais, técnicas de direcionamento de modelos. Para mim, isso foi extraordinário, me completou muito. Trabalho com fotografia desde 2017 e fiquei um tempo parada envolvida com outras demandas, e participar do ciclo me possibilitou a reaprender muita coisa e aprender muita coisa que não sabia”, disse a fotógrafa.

 Ciclo de Formação

A Varal Comunicação já vem com uma tradição em oferecer ciclo de formação na área da fotografia. Desde 2011 até dias atuais, a entidade cultural já ofereceu mais de 500 horas de oficinas fotográficas, sendo oito exposições fotográficas já realizadas. O “Fotografia em Movimento” é fruto de um trabalho contínuo de entender que a fotografia é uma ferramenta de marketing para potencializar o desenvolvimento comunitário do Território do Bem.

O “Projeto Fotografia em Movimento”, realizado pelo Ponto de Cultura Varal/Ateliê de Ideias, contou com recursos do Funcultura – Edital 017/2021 -Setoriais de Artes Visuais, da Secretaria da Cultura (Secult).

Foto produzida na oficina de Fotografia para Eventos Culturais, do professor Claudio Postay.


Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.

Parceiro do Jornal Merkato: Bar tradicional do Mauro Pé de Galinha, em Valparaíso, Serra. Marca registrada do bar: petiscos, comida de boteco, cerveja gelada, karaokê famoso.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

Shopping Basket