28.51°C Brasília

25 de fevereiro de 2024

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

Projeto Serra Vôlei é agente de formação e educação.

Projeto Serra Vôlei equipe feminina.

Unir a educação social, o valor do esporte e da vida em uma mesma quadra. Esse saque vem do professor de educação física, Evaldo Luiz Barbosa, 55. O Projeto Serra Vôlei, fundado em 2018 pelo professor, com funcionamento em Barcelona e Serra Sede, desenvolve um esporte de qualidade, indo a formação social do atleta ao nível de competições.

O Serra Vôlei conta com mais de cem atletas formando categorias do masculino e feminino, e com mais dois treinadores no projeto: Milton Monteiro e Vanderlei.

“Oferecemos as pessoas que levam jeito no vôlei e que não tiveram oportunidades em alguns clubes dentro do estado. Na verdade a gente começou com um time pra competição adulto feminino. Depois fomos abrangendo o masculino e também abrindo pra parte da base e do máster. Temos o intuito de fazer do pré-mirim ao máster, que vai dos 12 aos 60 anos”, explica o professor e fundador do projeto, Evaldo Luiz Barbosa.

Um dos treinadores do Serra Vôlei, desde 2020, o professor de educação física, Milton Monteiro, possui experiência de atleta amador, onde já participou de Ligas Universitárias, aqui no Espírito Santo, e de campeonatos de vôlei na Bahia e em Minas Gerais. “Conheci o vôlei quando eu tinha uns 13 anos no ensino médio. A partir de lá eu comecei a me aprofundar e hoje não vivo mais sem o vôlei. É minha paixão”, afirmou o técnico da categoria masculino do Projeto Serra Vôlei.

Dando sequência em sua experiência atual, o professor narrou sua nova etapa de vida. “Agora nessa vivência como técnico minha vida foi transformada. Hoje eu tô entendendo a real importância de um técnico e de um professor na vida de um atleta. Tenho muito orgulho de ter esses atletas comigo e saber a importância de estar com eles. Eu tô amadurecendo e me dedicando a voos mais altos”, disse o professor de educação física.

             Time masculino do Serra Vôlei. / Foto: Divulgação. 

Com força e mentalidade coletiva, o Serra Vôlei conta com a determinação de Daiane Souza, a capitã da equipe adulta feminino. Daiane, que é atleta no projeto desde 2018 explicou a participação do time em campeonatos em que se destacaram enfrentado fortes equipes, como o Clube Ítalo Brasileiro (CIB).  “O esporte muda vidas. O projeto Serra Vôlei vem justamente pra isso, pra fazer diferença, tanto na vida de quem tá formando o caráter ou pra quem usa o voleibol para o lazer”, destacou a capitã.

Daiane continuou a declaração de amor pelo vôlei e o benefício que um projeto social possui na formação de um indivíduo. “O vôlei pra mim são as diversas consultas no psicólogo que a gente poderia tá pagando, porque ele limpa a mente de uma maneira inexplicável. E não só isso. Pra saúde, pro bem estar. Acredito que o Serra Vôlei vai fazer diferença na vida de muitos atletas ainda”, disse com entusiasmo.

Outro integrante do projeto que se destaca e agradece a oportunidade é o levantador  do time adulto, Gabriel Oliveira, 22. “Serei eternamente grato ao Evaldo por ele ter me acolhido. Durante esse tempo tivemos várias dificuldade: problemas com material, dificuldades de achar um lugar adequado para treinar, problemas financeiros, enfim. Durante o passar do tempo nos estruturamos como grupo e criamos uma família. O que me motiva é vê que um time que começou do zero, hoje já incomoda e joga de igual para igual contra qualquer equipe de vôlei do estado, isso é fruto de muito trabalho”, disse o atleta que está no time masculino desde o início.

Seletivas

O Projeto Serra Vôlei abre uma seletiva para os atletas interessados a ingressarem na educação do esporte e também para quem busca o sonho de se tornar um atleta, como explica o professor Evaldo. “Sábado (05) tá abrindo uma peneira para o masculino na escola Siziano Pechincha, às 13 horas, e ou tô com uma outra peneira no feminino, às 15h30, na escola Mestre Álvaro, em El Dourado”, explicou.

Essa seletiva oportuniza jovens atletas a se aproximarem dos estudos e de serem vistos por outros clubes de vôlei. “Nossa ideia é criar possibilidades pra esses meninos que estão parados e venham jogar conosco. Nós temos alguns amigos, algumas faculdades que a gente pode estar indicando mais pra frente. A Serra faz muito tempo que não tem trabalho de base. Então nós temos um potencial preso aí, a gente quer oportunizar essa garotada a vislumbrar através do voleibol algumas possibilidades de escola particular ou até mesmo uma faculdade”, explicou o fundador do projeto Evaldo.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Cultura / Literatura Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira

Shopping Basket