PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

O amor é lido em todo tempo e espaço

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Sueli Valiato/ professora de Língua Portuguesa e Literatura. Hoje é o Dia dos Namorados… E, inspirando-me nos cânticos do

AFAI realizou inauguração oficial de projeto esportivo para PCDs

Inauguração do projeto social AFAI. / Foto: @borjaillefotos.

O evento aconteceu, ontem (17), à tarde, no Ifes. O projeto oportuniza a prática de esporte para pessoas com deficiência. Vagas estão abertas. / Foto capa: @borjaillefotos.

 

Colabore com o Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.


Está inaugurado a inclusão e o esporte no projeto social AFAI (Atividades Físicas Adaptadas e Inclusão). A iniciativa do projeto já acontece desde junho deste ano. Na tarde celebrativa de ontem (17), aconteceu a inauguração oficial na quadra poliesportiva do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) – campus Serra.

Participaram do evento, autoridades políticas do município de Serra; vereador e secretários; conselheiros de políticas públicas; professores do Ifes; representantes da Polícia Militar, do programa Eco Terapia; a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Serra; alunos da escola pública EMEF Centro de Jacaraípe; alunos do Instituto Pomar (Jardim Limoeiro); os beneficiários do projeto e seus familiares; alunos do Ifes; além de outras autoridades informais na sociedade.

Abrindo o discurso do evento, Regina Pereira de Souza, presidente de honra da AFAI, agradeceu pela oportunidade que amigos e parceiros creditaram a ela, o sonho de realizar inclusão esportiva aos PCDs.

“Quero agradecer a todos que me deram a chance de conseguir oficializar e concretizar esse projeto, principalmente, a nossa madrinha Nancy Ibañez, e o Ifes, ambos abriram espaços para a execução do projeto. São mais de quatro anos que eu e a Gelba estamos batalhando pra que as pessoas acreditassem que era possível oferecer atividade física esportiva pra pessoas com deficiência, porque elas podem muita mais do que a gente imagina. Espero que com esse projeto, a gente possa transformar a vida dessas pessoas. Muito obrigada!”, discursou com alegria.

A presidente de honra da AFAI, Regina Pereira Souza, em discurso de abertura no evento. / Foto: @borjaillefotos.

Dando sequência ao evento, a presidente da AFAI, Gelba Malta Cardoso, corroborou a fala da Regina Pereira. “Hoje estamos iniciando este grande projeto com a parceria de tantas pessoas que acreditaram no nosso trabalho. Eu agradeço a todos!”, disse com sorriso tímido.

Com o reconhecimento do poder público, privado e sociedade civil, a AFAI testifica com seu trabalho, a necessidade de projetos sociais serem solidificados por mãos solidárias e também revestidas de autoridade para aprovarem projetos. Nessa tônica, o secretário municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer (Setur), Philipe Lemos (PDT), expressou alegria, consciência política e destacou em seu discurso, a credibilidade que existe em um trabalho conjunto.

“Tô muito honrado de estar aqui hoje nesse ponta pé inicial desse projeto gigante! A gente tá falando aqui de inclusão e respeito. Olhando aqui… a gente percebe que tem iniciativa privada, poder público e sociedade civil. É uma construção que eu valorizo muito. Preciso parabenizar a Regina e a Gelba, e também a Nancy, nossa parceira de Setur; todos os dias ia na minha sala pra contar mais um capítulo do projeto. Também agradecer ao Marcelo Teixeira, que ajuda muito o esporte da Serra. Em nome da gestão do prefeito Sergio Vidigal e da Setur, dizer que estamos à disposição pra contribuir com que o projeto cresça mais e se torne essa referência”, disse o secretário.

À esquerda na foto, a atual presidente da AFAI, Gelba Malta Cardoso, ao seu lado, o secretário municipal da Setur, Philipe Lemos, tendo ao seu lado direito, Regina Pereira, idealizadora da ONG – ALDEeA. / Foto: @borjaillefotos

E pra confirmar os frutos dessas parcerias, nada melhor do que ouvir o depoimento de quem recebe diretamente a inclusão. “Depois que eu comecei a fazer parte do projeto, através dos exercícios físicos, eu melhorei o desempenho nos estudos, não fico tão cansado como antes; o esporte, além de ser uma carreira, é uma qualidade de vida”, disse o beneficiário, cadeirante, Igor Simer, 20, que também é aluno do Ifes do curso Sistema de Informação.

Para toda essa realização vir à tona, o Ifes fechou parceria com a AFAI, e quem explica a aliança entre o instituto e a ong, é o Diretor de Ensino, Wagner Kirmse.  “Quando a AFAI veio conversar conosco, não houve um momento de hesitação. Nós rapidamente entendemos a importância desse projeto; a inclusão das pessoas com deficiência pelo meio do esporte, e sim, abraçamos a causa, disponibilizamos nosso espaço, isso pra nós é sinal de muito orgulho, enquanto instituição federal. Tá na hora da sociedade reconhecer o direito dessas pessoas”, reafirmou.

Dialogando com esse viés educacional, a secretária de Educação de Serra, Luciana Galdino, fez um discurso acolhedor e proeminente ao trabalho da Setur e da AFAI. “Quero parabenizar o Philipe, por meio da Setur conseguir trazer pra nossa rede um projeto de tamanha magnitude, um projeto que fala de direito à educação e direitos sociais, é isso que precisamos em nosso meio. O município de Serra tem os PCDs como público alvo, e esse projeto começa a dialogar e trazer esse público para o protagonismo. Fica aqui nosso reconhecimento, e tenho certeza que têm crianças da nossa rede que serão atendidas por esse projeto. Fica aqui o nosso agradecimento”, destacou.

Simulação de treino dos PCDs durante o evento. / Foto: @borjaillefotos

ALDEeA: inscrições

O projeto social AFAI, é uma realização da Associação Latina de Desenvolvimento Esportivo, Cultural e Ambiental (ALDEeA). A ONG – é idealizada por Regina Pereira de Souza, em 2005, no Rio de Janeiro. Aqui no município de Serra, a AFAI é pioneira em projeto esportivo para PCDs dessa relevância social.

A AFAI, que é patrocinada pela Master – Shell, está com vagas abertas para PCDs, e oferta as seguintes modalidades: atividades físicas, atletismo paralímpico, futsal adaptado, vôlei sentado e goalball. A participação é gratuita para diferentes faixas etárias. A partir de crianças com seis anos de idade, indo até pessoas com 60 anos de idade. O projeto funciona de terça-feira à sexta-feira, nos turnos matutino e vespertino.

E quem está ansioso para poder ingressar em duas vagas, é o Marcos Vinícius Barcellos da Silva, 47. A primeira, é pra fazer parte do time da AFAI. Marcos é atleta de alto rendimento; se prepara para uma outra vaga, participar dos Jogos Paralímpicos, em 2024, na França, na modalidade paratriathlon. Agora, a AFAI pode potencializá-lo nessa caminha. “Me sinto privilegiado. É uma oportunidade que pode mudar a vida de muitas pessoas com deficiência. Sou muito grato pela ALDEeA e a AFAI por essa oportunidade de praticar uma atividade física pra me tornar um grande atleta”, disse o capixaba, que é segundo colocado no ranking nacional na modalidade paratriathlon, categoria PTWC.

No centro da foto, o atleta Marcos Vinícius Barcellos da Silva, 47 tendo em sua companhia, as presidentas da AFAI. / Foto: @borjaillefotos.

Para todo aluno, é necessário um professor. Compondo a equipe da AFAI, o profissionalismo de Márcio Braga, 52, ganha destaque pelo seu trabalho e sua humanidade. “Primeira vez trabalhando com PCDs… Minha experiência é no vôlei… Primeiro recebi o convite da presidente de honra, vi a oportunidade de contribuir. A satisfação é imensa e a gente fica a cada treino com eles… A gente vai se surpreendendo o que eles são capazes de fazer… Conseguem muito mais do que planejamos. A gente só tem a ganhar… Dar qualidade de vida para essas pessoas… Eu tô encantado, muito motivado”, disse o professor de educação física.

Fechando a turma da equipe AFAI, seja de trabalhos internos ou externos, está a Agência Baluarte Cultura, peça chave na seleção do projeto. “A Baluarte é uma empresa parceira da Shell… e a gente faz toda parte de seleção e gestão da carteira de patrocínio incentivados deles. A AFAI foi uma oportunidade de fortalecer a pauta de equidade, diversidade e inclusão, porque a causa de pessoas com deficiência é muito importante pra Shell. Então, a gente identificou essa sinergia, e por isso, juntos, decidimos patrocinar esse projeto, que é tão importante e impacta positivamente a vida de tantas pessoas”, disse a gerente de Conta, Alena Aló.

Simulação de treino dos PCDs durante o evento. / Foto: @borjaillefotos


Colabore com o Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.

 

 

 

 

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

O amor é lido em todo tempo e espaço

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Letrados Por Sueli Valiato/ professora de Língua Portuguesa e Literatura. Hoje é o Dia dos Namorados… E, inspirando-me nos cânticos do

Shopping Basket