PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Sobre ter com quem contar

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “Uma longa viagem de mil milhas inicia-se com o movimento de

Missão possível

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Terceiro Setor / Projeto social Por José Salucci – Jornalista e diretor do Merkato. Uma corrida de passagem de bastão

Montanha da Esperança abre processo seletivo para cursos profissionalizantes

Curso de Pintura de Automóvel. / Foto: Divulgação.

Inscrições vão até o dia 21 de agosto. Ao todo, 10 cursos são ofertados gratuitamente.

O mercado de trabalho exige capacitação e profissionalização. É grande e árdua a montanha que se deve escalar para chegar ao sucesso de uma profissão. É com o intuito de incentivar adolescentes e jovens a se equiparem de conhecimentos, que a Montanha da Esperança (Organização da Sociedade Civil – OSC), em Cariacica, abre processo seletivo para oportunizar um ingresso no mercado de trabalho com maior qualidade.

Na ocasião, dez (10) cursos são ofertados de forma gratuita. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 21 de agosto. Os cursos de capacitação, de formação e profissionalização têm início dia 28 deste mês e serão ministrados até 27 outubro de 2023. Estão sendo ofertadas, aproximadamente, 300 vagas, considerando todos os cursos.

Curso de Artes ofertado pela OSC – Montanha da Esperança. / Foto: Divulgação.

Entre os cursos ofertados pela OSC estão: Mecânica Automotiva, Solda Eletrodo e MIG-MAG, Pintura Automotiva, Corte e Costura, Informática Básica, Artes básica, Iniciação ao violino e outros instrumentos musicais, Auxiliar Administrativo, Departamento Pessoal e Panificação/Salgados.

Curso de Iniciação ao Violino. / Foto: Divulgação.

Segundo informou o gestor Pedagógico de Cursos Profissionalizantes, Marcos Marques, a Montanha da Esperança atende, preferencialmente, aos alunos que estudam em escola pública, e de baixa renda, por isso devem estar inscritos no CAD ÙNICO.

Os cursos são ofertados por bimestre e possuem carga horária de 120 horas. Durante o ano, cada curso tem quatro turmas abertas. Ao todo, 30 mil alunos já foram atendidos por meio desses cursos profissionalizantes nesses 23 anos de Montanha da Esperança.

De acordo com esse quadro de dados efetivos, a responsabilidade social dessa OSC, de fato, tem resultado significativo na vida dos beneficiários. “Os resultados são diversos, pelo fato de a OSC trabalhar as questões psicossociais. Por se tratar de uma OSC, que possui princípios cristãos, trabalhamos, também, conceitos de espiritualidade, (longe de religiosidade (sic)). No Entanto nosso maior foco está na empregabilidade de nossos jovens e na geração de renda familiar, no empreendedorismo”, disse o gestor Pedagógico de Cursos Profissionalizantes, Marcos Marques.

Trabalhando na Montanha da Esperança, desde 2005, o gestor explica o funcionamento adequado de um projeto social, que nem sempre deve ser quantitativo, mas pensar no quesito qualitativo.

“Quem atua no Terceiro Setor precisa de levar em consideração a organização, planejamento e boa estruturação da OSC. A estrutura física, não necessariamente, precisa de ser grande, no entanto, os objetivos precisam de ser muito bem estabelecidos, na intenção de promover seriedade para as pessoas físicas, privadas, bem como as instituições públicas”, pontuou.

Curso de Auxiliar Administrativo. / Foto: Divulgação.

Terceiro Setor

A Montanha da Esperança, inaugurada desde os anos 2000, em Cariacica, tendo como presidente fundador Philip Smith, atua com relevância no município. Além dos cursos profissionalizantes ofertados à população, a Organização da Sociedade Civil -OSC – funciona como abrigo; já foram recebidos pelo projeto social pessoas da Grande Vitória e interior do estado do Espírito Santo.

“Nós abrigamos por intermédio da Vara de Infância e Juventude, e do Conselho Tutelar, adolescentes em situação de risco social. O ingresso deles se dá a partir de 12 anos de idade. Eles cumprem um programa de escola, de cursos profissionalizantes, de estágio e de encaminhamento ao mercado de trabalho. A partir dos 18 anos de idade, eles são desligados desse programa e da instituição para serem reintegrados às famílias e para a sociedade”, explicou Marcos Marques.

Curso de Pintura Automotiva. / Foto: Divulgação.

Se consolidando como uma vertente de igualdade e equidade social, o Terceiro Setor é fundamental para a sociedade nesse processo, principalmente, pelo fato de apoiar famílias e indivíduos que não possuem condições financeiras em arcar cursos de qualificação, capacitação e formação profissional.

Para a engrenagem do Terceiro Setor funcionar, é necessário o apoio de Governos e do setor privado. Nesse relacionamento, uma parcela da sociedade insiste em tecer críticas ao funcionamento do Terceiro Setor; atrelam trabalhos de projetos sociais como partidarismo político. Na prática, a Montanha da Esperança prova que a questão social promove mitigação por meio de um projeto eficaz.

“A participação dos políticos nas OSCs é importante, pois são através desses que recebemos as emendas parlamentares, e também suporte para realização de trabalhos comunitários etc. O que não pode acontecer é o partidarismo, as organizações sociais não podem ficar atreladas a nomes políticos por exclusividades”, opinou o gestor Pedagógico de Cursos Profissionalizantes.

Curso de Pintura Automotiva. / Foto: Divulgação.

Faça sua inscrição aqui. 

Contato: @montanhadaesperancaoficial

 

 

 

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Sobre ter com quem contar

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “Uma longa viagem de mil milhas inicia-se com o movimento de

Missão possível

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Terceiro Setor / Projeto social Por José Salucci – Jornalista e diretor do Merkato. Uma corrida de passagem de bastão

Shopping Basket