PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Sobre ter com quem contar

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “Uma longa viagem de mil milhas inicia-se com o movimento de

Missão possível

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Terceiro Setor / Projeto social Por José Salucci – Jornalista e diretor do Merkato. Uma corrida de passagem de bastão

Sons da Esperança participa da inauguração de Natal do Parque da Cidade

A Prefeitura de Serra, inaugura a iluminação natalina, às 18 horas, nesta sexta-feira, no Parque da Cidade, em Laranjeiras. A música, fica por conta do projeto social "Sons da Esperança", a partir das 20 horas. (Imagem: Sons da Esperança).

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.


O mês do Natal chegou! Os sentimentos, fraternidade e esperança, iluminam os corações.

Acontece, hoje (01), às 18 horas, no Parque da Cidade, em Laranjeiras, a inauguração dos artigos luminosos de Natal. São dois os destaques para a noite desta sexta-feira: a árvore de 23 metros de altura, juntamente com a Vila do Papai Noel, claro, com a presença do Bom Velhinho para crianças e famílias tirarem fotos.

Outro destaque, fica por conta da participação do projeto social “Sons da Esperança”, que a partir das 20 horas, realiza apresentação de músicas natalinas e cristãs por meio do coral, grupo de violões, orquestra de câmara, grupo de flauta doce, solo flauta transversal e quarteto de cordas.

Com cerca de 20 crianças e adolescentes, o coral do projeto trará muita alegria e pureza. A apresentação musical contará com quatro canções. Destaque para “Amavolovolo” – é uma peça africana, é uma canção tradicional que retrata a felicidade de pertencer a própria etnia e ser feliz no lugar de origem. Um trecho da canção traduzida diz: “…Não iremos para Kwamashu (uma vila na África do Sul), temos medo de revólveres”. A letra traz uma questão político-social. Trata-se de um canto de protesto.

E pra reger os pequeninos, a professora de canto-coral infantojuvenil do projeto, Suely Ribeiro do Nascimento, 52, que participa pela segunda vez da solenidade natalina, no Parque da Cidade, deixa seu recado de fim de ano sobre a importância do trabalho realizado do Sons da Esperança na EMEF Feu Rosa e a participação do projeto em uma agenda da Prefeitura de Serra.

“A importância da participação do Sons da Esperança no evento de Natal é a valorização do trabalho com as crianças em fomentar a autoestima deles por participarem de um evento dessa proporção. E quando chegam diante de um evento desse, eles percebem que venceram as etapas. Outra coisa é que as crianças têm vindo ao projeto e tem aguçado à vontade em especializar em outros instrumentos. Alguns estão estudando para a prova da Fames, outros já foram aprovados na Fames e estão seguindo carreira”, disse Suely, que tem formação em Música Sacra, Licenciatura em Música e Pós-Graduada em Musicoterapia Atuante.

Voluntariado

Gratidão e solidariedade são expressões benignas de quem colheu os frutos de um trabalho e almeja compartilhá-los a outras pessoas. Tal prática pode ser exercitada através do trabalho voluntário, uma ação comum no fim de ano realizado por diversos projetos sociais e pessoas aleatórias. Nessa perspectiva, Paulo José Nazareth Machado, 34, que há dois anos exerce voluntariado de professor de violão no Sons da Esperança, deixa um recado altruísta e uma mensagem de serviço ao próximo.

“Acredito que o nome do projeto social traduz com muita verdade o sentimento que me move para conduzir as aulas de violão. É a esperança de poder de alguma forma, minimamente, levar a esperança às crianças e suas famílias. Acredito, firmemente, no poder da arte para influenciar pessoas em direção a um caminho de amor. Então, me sinto muito satisfeito em ter a oportunidade de colaborar com algo que está voltado para o aperfeiçoamento do meu próximo”, disse o professor, que atua há 10 anos como músico.

Corroborando ao espírito voluntário, o jovem Lucas Godoi da Silva Moreira, 18, há três meses, cumpri sua responsabilidade social como professor de violoncelo no projeto. Pela primeira vez, o músico irá participar da cantata de Natal, no Parque da Cidade, e comenta sobre a oportunidade desse momento para ele e o benefício que a música exerce na vida das crianças e adolescentes do projeto.

“O projeto é muito importante, porque através dele espalhamos música, mostramos arte aos nossos conterrâneos. Ajuda as crianças e adolescentes a aprender coisas novas, educação nova através da música. A música para as crianças trabalha a coordenação motora, ajuda até mesmo a alfabetização infantil”, explicou.

Visitação

A partir desta sexta, o Papai Noel estará todos os dias no Parque da Cidade, das 19h às 22h, até o dia 30 de dezembro (com exceção do dia 24 de dezembro).


Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

Sobre ter com quem contar

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “Uma longa viagem de mil milhas inicia-se com o movimento de

Missão possível

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Terceiro Setor / Projeto social Por José Salucci – Jornalista e diretor do Merkato. Uma corrida de passagem de bastão

Shopping Basket