PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

A voz da liberdade brasileira é americana

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Polítikus Por José Salucci / Jornalista. Elon Mausk, dono da rede social X (antigo Twiter), trouxe um cânone

Empreendedorismo de alto impacto

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Criativos Por Samuel J. Messias – Gerente de Projetos Especiais na ADERES O empreendedorismo de alto impacto é uma

Dilemas de uma comunicação pós-moderna

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “A tecnologia não é boa nem má; depende

Nasce “Retratos com o tempo”, de Joana Herkenhoff

“O lançamento da obra é a concretização de um antigo sonho, que teve de ser adiado em razão das múltiplas jornadas", disse a escritora. / Foto: Divulgação.

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.


Cultura / Literatura

Nasceu mais um livro: “Retratos com o tempo”, filho literário da escritora e Dra. Joana Herkenhoff, mineira de Virgolândia, radicada em solo capixaba, que deu à luz à poemas e um soneto. A deusa Poesia cuidará dessas páginas e o deus Tempo nos revelará a profundidade dessa obra.

O ‘menino’ foi editado pela Cousa, com batismo oficial, no Espírito Santo, na última terça-feira (20), no Brizz, um novo espaço cultural que acolhe os ‘filhos’ das poetisas, localizado na Enseada do Suá, em Vitória.

“Foi um momento de muita emoção para mim, momento para experimentar a poesia”, disse Joana Herkenhoff, que é Doutora em Letras. / Foto: Divulgação.

O livro teve seu primeiro lançamento ou nascimento no maior evento de literatura do Brasil, a Flip, em Paraty (RJ). Então podemos dizer que o livro é carioca de nascença, capixaba de batismo e mineiro de escrita. Trilogia perfeita para “Retratos com o tempo”, em sua essência no processo de formação poder revelar que a poesia é mistura de complexidade e simplicidade.

Joana mencionou as suas emoções sobre o dia do lançamento. “Foi um momento de muita emoção para mim, momento para experimentar a poesia: na chuva, no aconchego do encontro, na performance tocante da escritora e atriz Suely Bispo, no acolhimento caloroso do Brizz, essa incrível casa que deseja e já é um lugar para viver a vida, a poesia, a cultura, que pulsa em cada canto”, disse com encanto.

Segundo a escritora, o lançamento do livro na Flip, em Paraty (RJ), foi à luz de velas. Já em Vitória, na última terça-feira, foi em noite chuvosa “e, como um menino, o tempo parou para se deixar retratar”, disse a escritora. A autora enfatizou que muitas pessoas queridas; familiares e amigos, as quais a literatura lhe deu, (muitos para uma noite chuvosa!) enfrentaram a chuva para aquecer o seu coração com a alegria da sua presença, no lançamento de “Retratos com o tempo”.

À luz de velas e chuva, uma combinação de dois elementos da natureza que fazem parte dos estudos da Filosofia Antiga: água e fogo, tornam a história do lançamento dessa obra ainda mais poética.

Dividida em três partes, a obra reúne poemas e um soneto escritos ao longo dos anos pela autora. A obra literária contou com recursos do Fundo de Cultura do Espírito Santo (Funcultura) e apoio da Secretaria de Cultura do Espírito Santo (Secult-ES).

“Retratos com o tempo” é composição de sonho, de lembranças da infância, de memórias de isolamento social e captura do tempo. / Foto: Divulgação.

Com temáticas variadas, que vão desde lembranças da infância a memórias do período de isolamento social, os textos têm em comum o desejo de captura do tempo por meio da poesia.

“São poemas-capturas, que flagram o instante, ensejam congelar imagens e cenas de viagens, tempos, mudanças. São poemas-memória”, é assim que Herkenhoff descreve os textos que compõem a obra. Segundo a autora, os poemas foram concebidos em diferentes momentos de sua trajetória, mas grande parte deles foi escrita em 2021, no período mais duro da pandemia de Covid-19. Como “Quarentena”, poema que aborda esse “tempo injusto, dado a poucos, subtraído de muitos”.

Apesar da presença dos poemas que, nas palavras da escritora, “insurgem contra o inexorável do tempo e da morte”, é a vida a tônica da obra. “Retratos” se apresenta como um verdadeiro relicário de afetos que guarda em suas páginas notas de nostalgia, humor, ironia e poemas que soam como cartas de amor. Muitos deles, inclusive, com data e destinatário, como “Manoel”, poema que integra também a Coletânea Prêmio Off Flip 2014.

Joana explica que “datar e fazer as dedicatórias foi uma escolha para esse guardar, que é também compartilhar”. A decisão reflete não apenas a trajetória da escritora na literatura, como também as referências das quais se nutre e vai de encontro à concepção de Conceição Evaristo, uma das poetas que a inspiram, de que a literatura negra é um lugar de memória.

A autora conta que o lançamento da obra representa a concretização de um antigo sonho que precisou ser adiado em razão das múltiplas jornadas. “Sempre desejei me dedicar mais à escrita e publicar meus poemas, o que não consegui até então priorizar, sobretudo devido ao ritmo de trabalho, estudos, família, a vida enfim, que para nós, mulheres, segue nos desdobrando e assim nos levando a adiar, quando não a abandonar sonhos e projetos. Não é por acaso que a despeito de muita luta e não desprezíveis conquistas, as mulheres escritoras seguem minoria no mercado editorial e na cena literária”, demarca a poeta.

Com a publicação de “Retratos”, Herkenhoff, deseja contribuir para a diversidade cultural artística local, ao fortalecer a representatividade feminina na cena literária do estado, e fazer o mesmo que Evaristo e outras poetas fizeram por ela: “encorajar outras pessoas, em especial mulheres, a escreverem e publicarem seus escritos”.

O livro traz desenhos a bico de pena da artista e escritora Penha Franzotti Donadello e prefácio do professor José Hélder Pinheiro, professor de Literatura Brasileira na Universidade Federal de Campina Grande, PB. Para a Professora e escritora Ester Abreu, presidente da Academia Espírito Santense de Letras, “são versos sensíveis, sem retórica, em que Joana Herkenhoff revisita a paisagem poética de Drummond e Adélia Prado”. Para o Professor Alexandre Jairo Marinho, da Ufes, trata-se de “Livro de uma delicadeza e de uma firme escrita em que memória e visão se alinham em verso puro e cristalino”.

Uma mulher que ama a prática do ensino, além de militante das causas sociais na área da educação e inclusão da mulher negra. Há mais de 30 anos atuando na formação de estudantes leitores(a) da educação básica ao ensino superior e na formação continuada de professores(as) e mediadores(as). Clique e leia a entrevista que o Merkato realizou com Joana Herkenhoff!/ Foto: Divulgação.

O livro “Retratos com o tempo” pode ser adquirido e autografado diretamente com a autora em suas redes sociais ou com a editora Cousa.

Contato

Joana Herkenhoff – (27) 999415893

e-mail: [email protected]

Instagram: @joanaherkenhofff

Site da editora: https://www.editoracousa.com.br/produtos/retratos-com-o-tempo/

*Você também pode ler:

Joana: uma menina leitora, uma mulher professora


Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39.

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram

Tags

Talvez queira ler esses Artigos

A voz da liberdade brasileira é americana

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Polítikus Por José Salucci / Jornalista. Elon Mausk, dono da rede social X (antigo Twiter),

Empreendedorismo de alto impacto

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Criativos Por Samuel J. Messias – Gerente de Projetos Especiais na ADERES O empreendedorismo de alto

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

A voz da liberdade brasileira é americana

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Polítikus Por José Salucci / Jornalista. Elon Mausk, dono da rede social X (antigo Twiter), trouxe um cânone

Empreendedorismo de alto impacto

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39. Coluna Criativos Por Samuel J. Messias – Gerente de Projetos Especiais na ADERES O empreendedorismo de alto impacto é uma

Dilemas de uma comunicação pós-moderna

Invista no Jornal Merkato! – Pix: 47.964.551/0001-39 Coluna Letrados Por Magda Simone / professora de Língua Portuguesa. “A tecnologia não é boa nem má; depende

Shopping Basket